Qualificação Profissional Tecnológica em Descomissionamento e Desmantelamento de Navios e Ativos Offshore

Qualificação Profissional Tecnológica em Descomissionamento e Desmantelamento de Navios e Ativos Offshore

Turmas

A distância - AO VIVO
A distância - ONLINE

Objetivos

Desenvolver competências em Descomissionamento e Desmantelamento de Navios e Ativos OffShore, aprimorando conhecimentos técnicos e práticos para liderar e gerenciar projetos nesse setor.

Programa

Carga Horária: 360h

Tipos de navios e plataformas. Plataformas fixas sobre jaquetas, sobre tubulões e plataformas de concreto. Abrange plataformas flutuantes tipo FPSO. Sistemas submarinos típicos associados. Tipos de plataformas flutuantes utilizadas na prospecção e produção de petróleo offshore tais como, sondas de perfuração semi-submerssiveis, sondas de perfuração em navios (drillships), plataformas de produção FPSO, plataformas de produção semi-submersiveis.

Principais conceitos de montagem e construção naval serão detalhados de modo a dar familiaridade com os aspectos construtivos da estrutura dos navios e como estes aspectos construtivos deverão ser observados quando do planejamento do seu desmantelamento serão apresentados os seguintes conceitos: Divisão da estrutura do navio em seções, mega-blocos e blocos- Entendimento dos planos estruturais chave de um navio: – Seção mestra – Perfil estrutural – Expansão do chapeamento – Integridade estrutural de partes do navio a partir das estruturas primarias, secundárias e terciárias- Montagem de equipamentos e tubulação.

Descomissionamento e Reciclagem de Navios: As Normas Internacionais – Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar, Convenção de Basileia; Resolução A.672 (16), de 1989, da Organização Marítima Internacional; – Regulamento (EU) nº 1257/2013, do Parlamento Europeu e do Conselho; As Normas Nacionais. Lei nº12.305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Instrução Normativa Interministerial MD/MMA nº 2, de 07.07.2016 – DOU de 08.07.2016. Resolução nº 817, 24de abril de 2020, da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP.

Introdução ao içamento offshore; Guindastes para içamento offshore; Embarcações e equipamentos de apoio; Içamentos em ar; Içamentos submarinos; Transporte de offshore para costa; Análise de custos do içamento e transporte.

Ciclo de vida de um campo de petróleo. Formação de Blocos Exploratórios ao sistema de produção instalado, sua manutenção e necessidade de EVU. História dos leilões até oferta permanente. Sísmica e poços exploratórios. Manutenção de equipamentos dinâmicos e estáticos, o porquê das UMS. Revitalização de campos e UEP e extensão de vida útil. Desinvestimentos, a história, desafios e oportunidades.

Descomissionamento. Conceito. Motivos, o que, como e quando descomissionar. Princípios da análise multicritério; REPETRO – Noções básicas; Custos. Conceito gasto, custo e despesa. Conceito de reserva. Classes de reservas. Conceito de custos operacional. Custos de descomissionamento x reservas. Curva custos otimizados x reservas. Conceito de Brent e Custo de extração – CE.

Segurança das Operações de Descomissionamento. Resolução 43/2007 – Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO) em unidades marítimas. Práticas de Gestão. Auditorias. Descomissionamento. Resolução 817/2020 – Descomissionamento de instalações de exploração e de produção de petróleo e gás natural. Estudo de Justificativas para o Descomissionamento (EJD) de Instalações de Produção. Programa de Descomissionamento de Instalações (PDI). Conceitual. Programa de Descomissionamento de Instalações (PDI) Executivo. Relatório de Descomissionamento de Instalações (RDI). Reabilitação de área, e os processos de recuperação e remediação ambiental. Devolução de área e obrigações remanescentes.

Principal drive: sucata. Classificação de sucatas. Mercado de componentes e resíduos. Frota mundial de navios e plataformas de petróleo e gás natural. A regulamentação do desmantelamento. O regulamento Europeu e principais exigências. O regulamento da atividade de desmantelamento para o Brasil. A necessidade de um laboratório de análises dos materiais perigosos de bordo.

Fatores a serem considerados na escolha do arranjo submarino de um campo. Configuração do arranjo submarino. Equipamentos Submarinos: Bases guia, Wellhead, Tubing-hanger, BOP, Low Marine Riser, Low Marine Riser, Manifolds, Risers, Flowlines, Umbilicais, PLETS e PLEMs. Descomissionamento de Infraestrutura Submarina.

Estratégia e política de manutenção. Programação, controle e indicadores da manutenção. Gestão de Processo de Integridade e da Manutenção de ativos.

Decisão de extender a vida de ativos. Características principais de ativos candidatos a extensão. Regras de Classificação. Normas API. Requisitos regulatórios. Condições atuais da unidade. Fadiga residual. Mudanças nas características operacionais. Investigação: Detalhes do projeto original – Resistência e Fadiga, proteção contra corrosão. Dados de inspeção e reparos durante o ciclo de vida. Determinação: Cálculos e análises necessárias; Inspeções adicionais. Implementação:

Mercado de abandono: Poços Offshore; Localização geográfica dos poços existentes; Diferença entre poços com Árvore de Natal Seca e Molhada; Custo estimado de um poço. Objetivo e definição de um poço de Água, Óleo e Gás: Definição das barreiras utilizadas durante a vida de um poço; Tipos de completação; Riscos existentes. Legislação para abandono. Resolução Norsok – Resolução ANP. Intervenção de poços. método para intervenção. Tipos de abandono. Procedimento de abandono.

Identificação dos aspectos de SMS (resíduos, efluentes, produtos perigosos, perigos à saúde e segurança, entre outros) relacionados às atividades desenvolvidas no descomissionamento. Impactos relacionados aos aspectos de SMS do descomissionamento; Estrutura de um Sistema de Gestão – Definição dos elementos, identificação dos requisitos de cada elemento. Planos de emergência. Plano de Gestão de SMS: Importância do planejamento executivo envolvendo o SMS, Investigação de acidentes e incidentes.

Normas e Leis aplicáveis para Descomissionamento e Desmantelamento de Embarcações. Certificação, Regulação de Estaleiro de Desmantelamento. Licenciamento Ambiental de Estaleiro de Desmantelamento. Procedimento de Remoção do Coral Sol. Gerenciamento e identificação de Materiais Perigosos (IHM) para o Estaleiro. Análise Potencial na Industria de Desmantelamento de Navios e Plataformas. Etapas do Desmantelamento de Embarcações. Operação de Corte de Chapa.

Análise do arcabouço regulatório relacionado ao descomissionamento, incluindo regulações da Agência Nacional de Petróleo Gás e Biocombustíveis, bem como da Autoridade Marítima. Análise dos aspectos contratuais dos Contratos de Concessão e Partilha, em especial com relação à origem das obrigações de descomissionar. Análise das características ambientais do descomissionamento, com destaque para obrigações de licenciamento e responsabilidade civil, administrativo e penal, bem como responsabilidade da pessoa jurídica e física. Formas de contratação das atividades de descomissionamento. Aspectos fiscais e tributários relacionados a venda e descarte de equipamentos, importação de equipamentos para atividade de descomissionamento e contratação das atividades de descomissionamento.

Explanação geral de uma gestão de resíduos. Levantamento de dados existentes. Estudo dos impactos (positivos e negativos). Pilares da gestão de resíduos. Definição da técnica a ser utilizada. A importância do treinamento. Auditoria. Desenvolvimento de parcerias. Planejamento do manejo e da segurança. Classificação dos resíduos. Sigilo e confidencialidade. Segregação. Tratamento. Destinação. Legislação. Relatório final.

Bioincrustação (Biofouling) – Caracterização. Considerações sobre bioinvasão; Bioincrustações em navios e plataformas. Guias e Legislações internacionais e nacionais relacionadas à incrustações em navios e plataformas; Aspectos técnicos da limpeza de casco de navios e plataformas; O Coral Sol; Os desafios da limpeza de casco de embarcações de grande porte.

O descomissionamento de instalações marítimas sob ponto de vista regulatório: os princípios constitucionais de proteção ambiental, a legislação ambiental brasileira e os padrões internacionais: Convenção de Genebra sobre Plataformas Continentais (1958), a Convenção das Nações Unidas sobre Direito do Mar – UNCLOS (1982), a Convenção para a Proteção do Ambiente Marinho no Atlântico Norte – OSPAR (1992), Resolução IMO A.672. O licenciamento ambiental aplicado ao descomissionamento.

Certificação

Ao concluir o curso, com aproveitamento mínimo exigido, o aluno receberá Certificado de Conclusão de Curso de Qualificação Profissional Tecnológica, emitido pelo Instituto de Pesquisa, Educação e Tecnologia

Documentação necessária

  • Identidade e CPF

  • Certidão de nascimento ou casamento

  • Comprovante de Residência

Qualificação Profissional Tecnológica em Descomissionamento e Desmantelamento de Navios e Ativos Offshore

  • 23x de R$ 568,38 * Mensalidade até o dia 10
  • Taxa de matrícula: R$ 100,00 Mensalidade sem desconto: R$ 631,53
  • *Desconto de 10% para pagamento efetuado até o dia 10 de cada mês.
    Para pagamento à vista: desconto de 20% no valor total do curso.